Matei Jesse James (1949) – Bernardo Brum [3/5]

O Barão Aventureiro (1950) – Bernardo Brum [4,5/5]

Capacete de Aço (1951) – Bernardo Brum [5/5]

Anjo do Mal (1953) – Bernardo Brum [4/5]

Renegando Meu Sangue (1957) – Bernardo Brum [4/5]

Quimono Escarlate, O (1959) – Bernardo Brum [5/5]

Lei dos Marginais, A (1961) – Bernardo Brum [5/5]

Paixões que Alucinam (1963) – Bernardo Brum [5/5]

Beijo Amargo, O (1964) – Bernardo Brum [5/5]

2 Respostas to “Samuel Fuller”


  1. O cinema é um campo de batalha

  2. mrl-x Says:

    tá faltando aqui apenas ‘casa de bambu’

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s