Casavetes consagrou-se como o pai do cinema independente americano, trabalhando longe dos grandes estúdios e fazendo seus filmes com orçamentos reduzidos, locações naturais, equipe técnica e de atores repetida em quase todos os filmes, produção por conta própria, entre outros elementos. Sua estética é marcada pela forte mis-én-scene e a muito bem elaborada e intensa direção de atores, que sempre gerava filmes impactantes. Além disso, também seguia a carreira de ator e atuou em alguns clássicos como Os Doze Condenados, de Robert Aldrich e O Bebê de Rosemary, de Roman Polanski. Foi casado com a atriz Gena Rowlands e um de seus filhos, Nick Cassavetes, também segue as carreiras de ator e diretor.

Sombras (1959) – Cauli Fernandes [4/5]

Faces (1968) – Luiz Carlos Freitas [5/5]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s