Bom, como prometido, e encerradas as votações, eis a lista dos filmes que serão comentados aqui no blog durante o nosso segundo especial. O tema escolhido foi “Filmes transgressores”, isto é, filmes que, de alguma forma, renovaram em algum aspecto consideravelmente relevante e forma de se ver e fazer cinema. A lista dos filmes tá bem eclética, mesmo, e não nos cabe aqui falar o porque desses filmes terem sido escolhidos. Isso vai ser discutido em cada crítica, da maneira que cada um achar mais apropriada.

O especial começa no dia 13 de dezembro, abrindo com um texto introdutório sobre o começo do cinema (Wikipédia é tendência) e Tempos Modernos, um dos mais geniais do Chaplin. Encerramos na véspera de natal (Luiz Carlos Freitas não tem família) com Cidadão Kane, que é provavelmente o filme mais importante já feito. Cada comentário, além de falar de maneira geral do filme (isto é, exatamente da forma como escrevemos qualquer post aqui), vai ressaltar o aspecto transgressor ou revolucionário da obra.

Sem mais enrolação, eis a lista, e até dia 13.

Primeiro dia: 13 de dezembro: Tempos Modernos (por Bernardo Brum)
Segundo dia: 14 de dezembro: O Gabinete do Dr. Caligari (por Murilo)
Terceiro dia: 15 de dezembro: O Encouraçado Potemkin (por Murilo)
Quarto dia: 16 de dezembro: O Nascimento de uma Nação (por Lucas Duarte)
Quinto dia: 17 de dezembro: Teorema (por Bernardo Brum)
Sexto dia: 18 de dezembro: O Bandido da Luz Vermelha (por Luiz Carlos Freitas)
Sétimo dia: 19 de dezembro: Nos Tempos das Diligências (por Guilherme Bakunin)
Oitavo dia: 20 de dezembro:  Metrópolis (por Luiz Carlos Freitas)
Nono dia: 21 de dezembro: Star Wars (por Guilherme Bakunin)
Décimo dia: 22 de dezembro: Hiroshima, Meu Amor (por Cauli Fernandes)
Décimo primeiro dia: 23 de dezembro: Filme Surpresa (por Cauli Fernandes)
Último dia: 24 de dezembro: Cidadão Kane (por Luiz Carlos Freitas)

Anúncios